ESSE CÃOZINHO PRECISA DE SUA AJUDA



Hoje vou falar de um 'assunto' aqui no blog que muito me ocupou nas últimas semanas. Um cão! Isso mesmo um cachorro. Vou contar toda a história para que vocês leitores de A Mosca Azul possam entender melhor:


A poucos dias recebi uma ligação de uma amiga (Lenita) que cuida de mais de 70 cães abandonados por doença, maus tratos e etc... que me pediu que ficasse com um cãozinho (de rua) doente por uma noite em minha casa, pois ela estava sem lugar para abrigá-lo. Apesar de temer a idéia de ficar com o cão acabei aceitando. Quando ele chegou me espantei com estado dramático em que estava o jovenzinho e acabei passando a madrugada cuidando dele.


No dia seguinte ela o levou e desde então nunca mais consegui deixá-lo... E foi a partir desse dia que comecei a entender o grave problema que cada vez mais ganha espaço na mídia: maus tratos contra animais. E foi justamente isso que aconteceu com esse cão que tive a felicidade de poder ajudar.

Ele foi resgatado em frente ao hospital veterinário da UENF, e por incrível que pareça foi ignorado não tendo qualquer a ajuda por parte dos acadêmicos e "profissionais" que lá estavam (A esses pseudo profissionais você criador pode estar entregando seu animal para consulta, higienização etc sem saber). Logo me veio a pergunta. Existe omissão de socorro em relação aos animais??? Pois este animal foi covardemente ignorado por aqueles que mais tinham que protegê-lo.

Leva-lo ao CCZ??? Como??? É voz corrente que a prática que lá impera é a da eutanásia, sacrifício, morte desses animais apreendidos.(Leia Aqui).

E em especial, esse cão certamente não teria chance de sobreviver, pois mal se mantinha em pé devido a uma profunda desnutrição, que como as pessoas que ajudam esses animais chamam: "mal de cuia", além disso, tinha feridas abertas nos quartos, provavelmente de alguma pancada ou atropelamento, e o exame de sangue acusou herlíquia, doença do carrapato, o que deve ter sido a causa da sua atual cegueira, o que dificulta ainda mais sua adoção. Após muitas idas ao veterinário e cuidado diário com alimentação e medicamentos 'Niki' foi se recuperando (como podem ver nas fotos) e sobreviveu.

GOSTARIA DE PEDIR AOS LEITORES QUE GOSTEM DE CÃES OU MESMO QUE CONHEÇAM PESSOAS QUE POSSAM ADOTAR, QUE NOS AJUDEM A DAR UM LAR PARA ESSE JOVENZINHO (Niki) QUE JÁ SOFREU DEMAIS.

NOS AJUDEM!!! Ligue para (22) 9981-9751 (Lenita - Campos/RJ) ou para o número do blog.

Ps.: Aceitamos doação de ração. AJUDE TAMBÉM COMPARTILHANDO NO TWITTER, FACEBOOK E ETC.

(Postado via IPad)
←  Anterior Proxima  → Página inicial

18 comentários:

  1. Parabéns a vcs do blog pela sensibilidade.

    ResponderExcluir
  2. Bonita a iniciativa...

    ResponderExcluir
  3. Rosilene rodrigues6 de janeiro de 2012 08:28

    Parabens pela sua atitude,os animais tem um amor muito verdadeiro ao ser humano so que muitos seres humanos nao entenden os animais.eu tambem sou protetora dos animais,muitas vezes e melhor ter um animal como seu amigo doque um ser humano.vamos amar mais os animais ,eles sao capazes de salvar as nossas vidas por amor.eu amo os animais.Rosilene grussai

    ResponderExcluir
  4. "revoltada com essas pessoas que acham que passamos 5 anos estudando apenas praa viver de fazer caridade. No dia que a carteirinha do CRMV me der gratuidade em tudo, ficarei feliz em poder ajudar todos os animais que baterem na minha porta." Os veterinarios não são obrigados a resgatar todos os animais da cidade, e são muitos, que a sociedade irresponsavel pelas ruas...Alguem tem que ser culpado por isso, e no caso somos os escolhidos para tal somos nós pseudoprofissionais huahuahuauhauh Queria eu ter o tratamento q pseudoprofissionais como nós damos aos nossos pacientes...

    Eu simplesmente ignoro a ignorância!!! Não dá para discutir com pessoas assim, que sem a menor noção vem falar coisas que ouviu de outro. Não dá para discutir com uma pessoa q em seu blog defende a Rosinha e diz q está trabalhando incansavelmente, haaaa, sinceramente, definitivamente IGNORO!

    ResponderExcluir
  5. É óbvio que meu comentário não será aprovado. Afinal, o interesse desse blog sensacionalista, é somente publicar comentários que sejam a favor dessa pessoa desinformada.

    ResponderExcluir
  6. Penso que o blog está fazendo um papel que deveria ser dos veterinários (aqueles que juraram sempre cuidar dos animais),colocar num blog, mesmo que sensacionalista ou que apoie o governo a situação de um animal que todos vcs, MÉDICOS VETERINÁRIOS formados pela UENF ignorarão e ignaridaram todos os dias é no mínimo a demostração de um sentimento que vcs não tem.
    E quanto ao que alguns se referem como caridade, dá pra entender pq pensam assim, pois deve ser difícil pra vcs mesmos se manterem com a altíssima capacidade profissional que devem ter, ou, não ter...
    Pensem nisso PROFISSIONAIS...

    ResponderExcluir
  7. É muita baboseira passível de processo, pois quero ver provar!

    ResponderExcluir
  8. pq vc não recolhe mendingos na rua e vê se algum médico leva p casa ou melhor atende de graça!!!! ah! quem sabe pegue aquela criança no sinal e leve para um pediatra, ou melhor adota vc.

    ResponderExcluir
  9. A jovem "veterinária" tem alguma dificuldade com a língua portuguesa. Em primeiro lugar quem escreve e assina a postagem sou eu: FABRICIO FREITAS DOS SANTOS (22) 9881-2615, bem como, não pedi (na matéria) que "veterinário" algum da UENF adotasse o cão, até porque não faria isso com o animal. Disse apenas que um animal morria de fome e tinha dos feridas abertas (nos quartos) e tudo isso em frente a porta do hospital. O minha crítica é quanto ao não cumprimento dos juramentos (de cuidar dos animais) feitos por esses pseudo-profissionais quando de sua formatura. Ou será que custa alguma coisa dar uma água, ração e aplicar uma pomada na ferida do animal e isso tudo com os recursos do estado que é quem custeia e mantém o hospital veterinário da UENF.

    Para me processar você vai precisar também do meu endereço: Rua Antonio Manoel, 348, Pq. turf Club eu vou adorar provar em juízo tudo que escrevi e assinei (com obustas provas e uma dúzia de testemunhas). Inclusive vou adorar ter nomes a processar já que será uma confissão de culpa desse "profissional" que mostrar que realmente se omitiu.

    E.T.: Preparei um expediente que irei protocolizar ainda hoje. Mas esse é surpresa... que irei publicar nos próximos dias aqui no blog.

    ResponderExcluir
  10. Obrigado aos amigos (protetores) Fernando e Sandra pelo primeiro contato.

    ResponderExcluir
  11. Acho que a dificuldade no português é sua, caro Fabrício. Não temos a obrigação de fazer qualquer coisa por causa da profissão. Fazemos por amor! Não existe verba do Estado para manutenção e custeio do que fazemos no hospital veterinário da UENF. O hospital sobrevive com o que arrecada! Tem problemas com a matemática tb? É simples.... só podemos gastar (despesa) de acordo com a entrada (receita). E grande parte do atendimento é gratuito! Fazemos muito e só estando lá para comprovar. Convido V.Sa. para "passar" um dia conosco. Será um prazer! Quem sabe assim, muda de opinião!

    ResponderExcluir
  12. Jovem,

    Acho que você não foi a sua formatura, já que todos os formados fazem um juramento (de cuidar dos animais), mas ainda que tivesse razão, não se esqueça que nem tudo que é legal, é moral. Quanto as arrecadações servirem para custear as despesas, já que "segundo você" o hospital não tem qualquer verba do estado. Terei imenso prazer em ter acesso a toda contabilidade do hospital, como livros caixa e etc. ainda que ache desnecessário já que todas informações terão de ser prestadas a autoridade compentente que no caso em tela será o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro.

    E.t.: Quanto a Rosinha minha jovem, o hospital que alvo da discussão, foi criado por ela e você hoje só está aí e se beneficia do aparato graças a então governadora e hoje prefeita Rosinha. Ainda que seja seu dever de ofício.

    O CONVITE está aceito, aguardo contato anciosamente o tel de contato é (22) 9881-2615 / Fabrício

    ResponderExcluir
  13. Acho que mais importante que discussões por deveres por serem estudantes ou profissionais veterinários é a reflexão do sentimento de compaixão que não percebi em nenhum momento nessa pessoa que acha que não tem obrigação nenhuma somente porque fez veterinária, se é o que acha ótimo mas vale lembrar que "para que o mal prevaleça basta apenas que os bons cruzem os braços", é evidente que não podemos rsolver todos os problemas mas acho importante ajudar sempre, por isso vou verificar com amigos a possibilidade de adoção do adorável cãozinho!
    Lembrem-se com certeza a pessoa que fez o post tinha a intenção de ajudar então se não forem ajudar deixem quem está tentando em paz.

    ResponderExcluir
  14. Eu apoio o Fabricio...conte comigo caso precise de testemunhas...Eu amo ajudar os animais.

    ResponderExcluir
  15. Tenho 58 anos, numa vi em minha vida um gesto de grande e amor pelos animais como este seu! Meus parabéns e, com certeza este cãozinho vai superar o seu sofrer, Deus tembém olha pra os animais, ele também os fez e olha quer o cachorro é o melhor amigo do homem! Não desanime amigo, este cãozinho vai te dar muitas alegrias1 Saudações!

    Castelo sá.

    ResponderExcluir
  16. Concordo plenamente com o Fabrício, mas gente, antes de tudo ao invés de ficar discutindo sobre leis e poderes as pessoas devem se juntar para ajudar esses animais, que só tem humanos para ajudá-los, diferente de mendigos que só estão na rua por não se preocuparem em trabalhar e viver uma vida digna.

    Angélica Louise.

    ResponderExcluir
  17. Humanos tem a capacidade de sobreviver, tem boca para falar/pedir ajuda, e tem mãos e pés. A maioria desses animais são indefesos, e a maldade do ser humano é tão grande que ainda tem coragem de causar maus tratos à esses seres. Vergonha.

    ResponderExcluir