BRIZOLA, SE ESTIVESSE VIVO, DEVERIA ESTAR TRISTE COM O PDT


O PDT pode perder o registro no Tribunal Superior Eleitoral por causa de confusão judicial no Rio de Janeiro, e até de desaparecer. O partido criado por Leonel Brizola conta com oito diretórios regionais, muito embora a lei obrigue um mínimo de nove. Em agosto, a 1ª Vara Cível do Rio deu ganho de causa a um grupo de militantes que questiona a eleição da executiva no estado. Desde então, ficou sub judice.


Nova eleição
A Justiça determinou ao diretório do Rio que realize novas eleições. Por enquanto, o PDT não existe oficialmente no Estado.


A lei
O artigo 19 da Seção V, do TSE, sobre registro de partidos, determina que devem ser oficializados em, pelo menos, um terço dos estados.


Na reta
A executiva nacional corre contra o tempo para não ficar na reta dos adversários. Qualquer cidadão ou partido pode provocar o TSE.


Dormiu no ponto
O PDT pretende realizar vinte convenções, até outubro, para eleger mais diretórios, avisa o presidente em exercício, André Figueiredo.

Informações da coluna Claudio Humberto.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

2 comentários:

  1. Carlos Lupe acabou com o PDT, pota pra fora essa anta

    ResponderExcluir
  2. e Lupe não tem geito não.

    ResponderExcluir